postado por Volkswagen do Brasil | 6. maio 2013 12:00
 

Com a proposta de se aproximar ainda mais do público jovem e divulgar seus programas de estágio e trainee, a Volkswagen do Brasil participa nos dias 7 e 8 maio da 1ª Feira de Oportunidades e Empreendedorismo da Unitau (Universidade de Taubaté). Além de um estande na feira, a Volkswagen também será uma das empresas palestrantes do evento, no dia 7, a partir das 19h, com o Programa Jovens Profissionais e os investimentos tecnológicos da fábrica de Taubaté.

"O evento está em sintonia com os planos da Volkswagen do Brasil ao oferecer aos estudantes a oportunidade do desenvolvimento profissional, por meio dos programas de Educação Corporativa. Em um mercado competitivo é essencial que tenhamos um programa sólido, eficaz e de qualidade. São esses atributos, além da identificação dos jovens com a marca, que destacam a Volkswagen entre os concorrentes e ajudam a atrair os melhores profissionais", disse Raimundo Ramos, gerente executivo de Educação Corporativa da Volkswagen do Brasil.

Nas palestras da Volkswagen do Brasil os participantes poderão conhecer como funcionam os programas voltados aos Jovens Profissionais. Os investimentos em tecnologia e qualificação profissional que a Volkswagen está implantando na fábrica de Taubaté também serão apresentados.

A participação em feiras universitárias é uma das ações realizadas pela área de Educação Corporativa da Volkswagen. Por ano, a empresa participa de aproximadamente de 20 feiras no Brasil em locais como São Paulo, São Carlos, Taubaté e Curitiba.

A Feira de Oportunidades e Empreendedorismo da Unitau conta com a parceria do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e visa aproximar os estudantes do mercado de trabalho, estimulando os alunos a conhecerem e adotarem práticas empreendedoras. Podem participar da feira alunos da Unitau dos cursos técnicos, graduação, pós-graduação, ensino à distância e ex-alunos da instituição, além de professores e funcionários da universidade.

O evento também contará com uma programação especial com cursos, treinamentos e palestras sobre temas das áreas de orientação profissional, mercado de trabalho e carreiras. Os interessados em participar devem se inscrever no site: http://site.unitau.br/scripts/feo/

A feira será realizada das 16h às 22h, nos dias 7 e 8 de maio, no Departamento de Economia, Contabilidade e Administração (ECA), localizado na Rua Expedicionário Ernesto Pereira (entrada pelo portão 3), em Taubaté.

Mais informações podem ser obtidas na Pró-reitoria Estudantil da Unitau, pelos telefones (12) 3625-4216 e (12) 3625-4180.

Para informações sobre a Volkswagen do Brasil, acesse: www.imprensavw.com.br

Fábrica da Volkswagen em Taubaté possui programas que oferecem aos estudantes a oportunidade do desenvolvimento profissional

Tags:
Comentários (0)

postado por Volkswagen do Brasil | 29. abril 2013 09:25
 

A Volkswagen do Brasil participa da Agrishow 2013 – 20ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, que começa nesta segunda-feira, 29 de abril, e vai até dia 3 de maio, no Polo Regional de Desenvolvimento Tecnológico dos Agronegócios, em Ribeirão Preto (SP).

Em seu estande, a Volkswagen expõe a pick-up média Amarok Highline com a transmissão automática de oito marchas, que é a mais moderna e eficiente de sua categoria, e a Nova Saveiro, que acaba de receber a linha 2014 – o modelo recebeu diversas modificações que o alinham aos demais integrantes da família Gol e à linguagem global de design da marca Volkswagen. Ao mesmo tempo, a Nova Saveiro recebeu mais itens de série e inovações tecnológicas exclusivas em seu segmento de mercado.

A Amarok Highline poderá ser testada em uma pista off-road. O trajeto é formado por obstáculos que possibilitarão ao consumidor conferir como funcionam todos os sistemas da pick-up Volkswagen, como o ABS off-road e a tração integral 4MOTION permanente. O percurso conta com um túnel, passando sob o estande da marca – nesse trecho, o local tem piso de vidro, que possibilitará aos visitantes uma visão inusitada da Amarok. Para testar a pick-up, sempre com acompanhamento de pilotos profissionais da marca, basta apresentar a CNH válida.

A Agrishow, uma das principais feiras de agronegócios da América Latina, atrai grandes compradores e concentra os principais "players" da indústria mundial em um ambiente de negócios profissional e inovador. Durante os cinco dias de feira, os compradores poderão conferir lançamentos de produtos e serviços, assistir a demonstrações de campo e participar de test-drives.

A feira conta com exposição de máquinas e produtos dos segmentos de aviação, irrigação, ferramentas, caminhões, ônibus, construção, agricultura de precisão, armazenagem e pneus.

Amarok 2013

A linha 2013 da Amarok traz novidades como o sistema de alívio de peso da tampa traseira como item de série em todas as versões do modelo, uma nova opção de cor (Marrom Toffee, metálica) e a ampliação de ofertas de equipamentos opcionais para a versão Trendline, com o já consagrado câmbio automático de oito marchas, além de faróis de neblina com luz dinâmica para manobras, sensores dianteiro e traseiro de estacionamento e o pacote tecnológico Light & Vision (composto por acendimento automático dos faróis, retrovisor interno eletrocrômico, Coming&Leaving home e sensor de chuva). A versão também passa a contar com o novo rádio RCD-320 2DIN com entradas SD-card /USB e com Bluetooth como item de série.

A Amarok é oferecida em oito opções de configuração, entre carroceria cabine simples e cabine dupla, tração 4x2 e tração 4x4, transmissão manual de seis marchas ou automática de oito marchas e motor 2.0 turbo diesel de 122 cv e motor 2.0 biturbo diesel de 180 cv.

A versão Highline da linha 2013 incorpora como itens de série sensores dianteiro e traseiro de estacionamento, acendimento automático dos faróis, Coming&Leaving home, retrovisor interno eletrocrômico e sensor de chuva. Entre os equipamentos opcionais figuram faróis de neblina com luz dinâmica para manobras. Para as versões S e SE, são oferecidos novos opcionais como sensor de estacionamento traseiro, novo rádio RCD-320 2DIN, ESC (Controle Eletrônico de Estabilidade), revestimento dos bancos de couro e revestimento do assoalho de borracha.

Primeiro trimestre – vendas em alta

A Volkswagen do Brasil comemorou o primeiro trimestre de 2013 com recorde histórico nas vendas de comerciais leves da marca, totalizando 29.746 unidades (o recorde anterior para o período foi em 1997, com 20.710 unidades nos três primeiros meses do ano). A marca também atingiu o melhor mês de março da sua história no segmento, com 10.513 unidades (o recorde anterior era março de 2011, com 10.052 unidades).

De janeiro a março de 2013, a Volkswagen vendeu no mercado brasileiro 5.471 unidades da Amarok, que é produzida na Argentina. O número representa crescimento de 54% nas vendas sobre o mesmo período de 2012, quando foram comercializadas 3.555 unidades da pick-up média no Brasil.

SERVIÇO:

Agrishow 2012 – 20ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação
Data: 29 de abril a 3 de maio
Horário: Das 8h às 18h
Local: Polo Regional de Desenvolvimento
Tecnológico dos Agronegócios (Rodovia Antônio Duarte Nogueira, Km 321, Ribeirão Preto, SP)
Preços: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (estudantes, idosos e professores da rede municipal e estadual de ensino).
É proibida a entrada de menores de 14 anos.

Mais informações e inscrições: www.agrishow.com.br

 

Volkswagen Amarok Highline automática

Tags: , ,
Comentários (0)

postado por Volkswagen do Brasil | 20. março 2013 11:37
 

No próximo dia 23 de março, a Volkswagen do Brasil completa 60 anos. Para comemorar suas seis décadas de operações no País, a partir desta data, a marca lançará uma nova estratégia de comunicação, na qual contará com um grande elenco de ícones do futebol: Pelé, Rivellino, Raí, Cafu e Lucas passam a formar o time de Embaixadores da Volkswagen, que já conta com o jogador Neymar Jr. desde 2012. O anúncio oficial foi feito pelo presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall, nesta segunda-feira (18/3), em São Paulo, em coletiva de imprensa, que contou com as presenças de Pelé, Rivellino, Raí e Cafu. Neymar Jr. e Lucas participaram por vídeo.

Além das cores do Brasil, o sexteto de craques também "vestirá" a "camisa" da marca, representando-a no dia a dia, utilizando os veículos da Volkswagen e participando de campanhas publicitárias e eventos. Os profissionais são "Os Caras" em suas épocas, que fizeram e fazem a diferença na vida dos brasileiros, assim como a Volkswagen é "O Carro" e faz história na indústria automobilística brasileira.

"É um grande orgulho contar com Embaixadores que marcaram e marcam a vida dos brasileiros da mesma forma que a Volkswagen fez e faz a diferença na indústria automobilística brasileira. Para que uma empresa mantenha seu sucesso é preciso sempre inovar, ter um time vencedor e trabalhar em equipe. Para isso, a Volkswagen do Brasil tem produtos atraentes e um time engajado, de 22,5 mil funcionários", diz o presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall.

Toda a estratégia foi desenvolvida em conjunto com a AlmapBBDO, agência de propaganda parceira da Volkswagen do Brasil.

Um dos Embaixadores que representa bem essa garra e força é o ex-jogador Rivellino, conhecido por seus dribles e sua "patada atômica", que marcaram os anos 70, mesma década em que a Volkswagen do Brasil construía sua fábrica na cidade de Taubaté (SP) e também já comemorava a marca de 1 milhão de carros produzidos no Brasil.

Quando o assunto é liderança, Cafu, jogador brasileiro que mais participou de Mundiais, é destaque. Disposição para liderar, encontrar novas oportunidades e dar suporte a um time vencedor são tarefas em comum entre o famoso capitão e a Volkswagen do Brasil. "É fantástico ser Embaixador de uma marca tão importante e admirada como a Volkswagen, assim como é um grande prestígio e honra compôr uma seleção de peso como esta", diz Cafu.

Já Raí, além de ser integrante da seleção campeã de 1994, também é reconhecido por seu compromisso com a responsabilidade social, sendo este também um dos diferenciais da marca que, há 33 anos, criou a Fundação Volkswagen, que só na última década já beneficiou mais de um milhão e duzentos mil alunos e 12 mil professores.

Outro Embaixador é Lucas, que faz parte da nova geração de craques, com atributos como jovialidade, energia, velocidade e habilidade. Ele foi uma das principais estrelas do time do São Paulo e se transferiu há pouco tempo para o Paris Saint-Germain, da França. É um caso de sucesso da exportação de talentos brasileiros, que reforça ainda mais o gosto dos estrangeiros pelos diferenciais brasileiros. Lucas é sucesso no exterior, assim como os carros da Volkswagen do Brasil.

Nessas seis décadas de estrada no País, a Volkswagen tem se esforçado "produto a produto", "serviço a serviço" para ter um lugar especial no coração de seus clientes, assim como Pelé, que sempre soube que para se manter no caminho certo é preciso ter disciplina. E de chegar ao topo e se manter no topo, o Rei Pelé entende, afinal ninguém é Rei por acaso. "Como brasileiro, me orgulho de ser Embaixador de uma marca como a Volkswagen, que nesses 60 anos de existência vem trazendo tantas inovações para milhões de famílias brasileiras. O meu negócio sempre foi fazer gol, assim como a Volkswagen. Eu sempre joguei em time vencedor", afirma Pelé.

Olhar para o passado é importante, mas a Volkswagen do Brasil também está de olho no futuro, tempo que mostra que é preciso ter ainda mais agilidade, criatividade e empolgação. Por este motivo, Neymar Jr. marca presença no time de craques, reafirmando sua parceria com a Volkswagen, já que o jogador é Embaixador da marca desde março de 2012. "É um orgulho fazer parte da família Volkswagen e poder representar uma marca tão importante. A gente tem uma afinidade muito grande", declara Neymar.

Campanha publicitária "Volkswagen 60 Anos"

Como parte das comemorações dos 60 anos da Volkswagen do Brasil, no dia 23 de março será lançada a campanha "Volkswagen 60 Anos", criada pela AlmapBBDO, já com a participação de alguns dos Embaixadores. Com duas fases, ela começa com o filme "Inova Neymar", em versões de 30" e 60", e que, além da participação de Neymar Jr., conta com Pelé, Rivellino e Cafu.

A campanha compara as inovações da Volkswagen e as do futebol brasileiro, partindo da época em que o Fusca, primeiro carro pequeno, econômico e popular foi lançado, até as últimas novidades tecnológicas dos modelos atuais da marca. Ele abre com uma cena antiga, na qual o motorista de um Fusca vê, de dentro de seu carro, vários outros Fuscas circulando. A cena corta para o jovem Pelé jogando pela seleção brasileira. Enquanto isso, o locutor lembra que, quando a Volkswagen inovou lançando um carro pequeno, econômico e diferente dos outros, Pelé inovou sendo o jogador mais jovem a vestir a camisa da seleção. Entra em cena então o Passat da década de 70, ultrapassando um caminhão e, em seguida, Rivellino dando um "elástico", enquanto o locutor informa que a Volkswagen fez o primeiro carro refrigerado a água e o jogador inventou um drible impressionante.

Na sequência, o comercial entra nos anos 2000 mostrando o Gol Total Flex e Cafu levantando o troféu em 2002, com a mensagem "100% Jardim Irene" na camiseta, o jeito mais popular de comemorar a vitória. O filme chega aos dias de hoje intercalando cenas de modelos atuais da Volkswagen, como Touareg, Tiguan, CC, Novo Gol e Novo Fusca, com seus equipamentos modernos. Aparece então Neymar Jr., chegando ao gramado com ar preocupado e corta para a tribuna de honra onde está Pelé, que passa uma mensagem ao craque. O filme fecha com o logo comemorativo "Volkswagen. 60 anos de inovação no Brasil" e com a assinatura "Volkswagen é O Carro. Volkswagen é Das Auto".

Além do filme "Inova Neymar", também serão veiculados anúncios diferenciados em página dupla e na web será lançado o novo brandchannel da Volkswagen no YouTube. A segunda fase da campanha estreará em maio e também será integrada, destacando a tecnologia e inovações da Volkswagen.

Bastidores do filme "Inova Neymar"

As gravações do filme "Inova Neymar", que celebra os 60 anos da Volkswagen no Brasil, foram realizadas no dia 5 de março, na cidade de Santos (SP). Durante a manhã, foram feitas as cenas dos carros na Ponta da Praia, no gramado da Orla e na Avenida Ana Costa. Já no período da tarde, as filmagens aconteceram em um galpão em Santos, onde foram montados vários cenários e filmadas as cenas com Pelé, Cafu e Neymar Jr.

O primeiro a gravar foi o Rei Pelé, para o qual foi recriada uma plateia VIP de um estádio de futebol. Ele contracenou com alguns figurantes que representavam os outros convidados especiais da partida. Entre as cenas, Pelé fez questão de atender aos pedidos dos figurantes que participavam da gravação, dando autógrafos e tirando fotos. Pelé fez questão de reforçar sua identificação com a marca. "Gosto muito dos carros da Volkswagen. Fui presenteado com muitos durante a minha carreira como artilheiro de campeonatos, Campeão do Mundo em 70, etc. Comprei alguns também, como a Kombi', disse o ex-jogador.

Na sequência, foram gravadas as cenas com Neymar Jr., que chegou ao set de filmagem depois de um dia de treino no Santos. Para a cena com o jogador, foi criado um túnel que levava para uma arquibancada cheia de torcedores. Era como se ele estivesse indo do vestiário para o campo em um jogo da Seleção.

"Inova Neymar" é o terceiro comercial da Volkswagen que o craque participa, mas, segundo o próprio jogador, atuar não é a sua "praia". "Atuar é complicado, mas estou começando a me acostumar com isso. A Volkswagen sempre me trata muito bem e sempre tratou, então, apesar de achar uma tarefa difícil, é sempre legal participar das gravações", confessa Neymar. O jogador, assim como Pelé, ressaltou a sua satisfação pelos modelos da marca: "São carros muito confortáveis e modernos, que toda pessoa gostaria de ter. Minha família inteira usa. É um prazer tê-los em minha garagem", disse o craque.

Finalmente, para a cena com o capitão da Seleção de 2002, Cafu, foi reproduzida a memorável cena em que ele levanta o troféu do Pentacampeonato do Brasil, imortalizando o amor pela esposa dizendo: "Regina, eu te amo". Na camisa de Cafu, estava escrito "100% Jardim Irene", assim como fez o ex-jogador, lembrando a sua origem humilde em um bairro da periferia da zona sul de São Paulo. Cafu usou a mesma camisa da cena original, que ele guarda com muito carinho desde então. "É uma honra participar deste comercial com Pelé e Neymar. São dois grandes craques que eu admiro muito", afirmou Cafu.

Patrocínio ao futebol

A Volkswagen já possui tradição no apoio ao futebol e ao esporte em geral no Brasil e no mundo. Desde 2009 até o Mundial de 2014, a empresa patrocina a Seleção Brasileira de Futebol. Assim como a Seleção, a marca expressa valores bastante importantes para o brasileiro, como confiabilidade, paixão e proximidade ao público.

Devido o futebol e o esporte estarem em evidência no Brasil, já que o País abrigará as próximas edições da Copa do Mundo - FIFA e dos Jogos Olímpicos em 2016, no Rio de Janeiro, a Volkswagen do Brasil apoiará grandes ações em 2013 junto a três emissoras de televisão: a Rede Bandeirantes, a Rede Globo e o SBT.

A Volkswagen será a patrocinadora do reality show "Menino de Ouro", que será transmitido pelo SBT, de 24 de março a 9 de junho, aos domingos pela manhã. Com a participação de 22 meninos que sonham em ser a próxima estrela do futebol, selecionados dentre mais de 15 mil candidatos, o programa pretende revelar um futuro craque do futebol brasileiro. O grupo será colocado em competições de eliminação até que o vencedor, que será eleito no último episódio, terá a oportunidade de passar uma temporada treinando com um grande clube paulista de futebol. Enquanto os episódios do reality mostram a batalha emocional e física desses garotos, a Volkswagen desenvolverá uma série de ações especiais ao longo dos 12 episódios do programa, totalmente conectadas ao novo conceito da campanha institucional 2013, gerando, inclusive, interatividade e conteúdos exclusivos.

Na Rede Bandeirantes, a Volkswagen será a patrocinadora de todos os jogos dos principais eventos FIFA 2013 transmitidos pela emissora, como a Copa das Confederações (de 15 a 30 de junho), a Copa do Mundo Sub-20 (de 21 de junho a 13 de julho), Copa do Mundo de Beach Soccer (18 a 28 de setembro) e Copa do Mundo Sub-17 (17 de outubro a 8 de Novembro de 2013). Por meio de boletins, a marca também estará presente em programas esportivos como o Jogo Aberto, Deu Olé e Terceiro Tempo, assim como no jornalismo da emissora, no Jornal da Band, e na plataforma de mídia, como os canais Bandsports, Band News e no portal "band.com.br".

Na Rede Globo, a Volkswagen continua como patrocinadora do futebol, em um pacote que envolve a mídia da emissora na transmissão e cobertura jornalística das temporadas dos principais campeonatos de futebol do País, como o Brasileirão, Copa Libertadores, Copa do Brasil, Campeonatos Estaduais e jogos amistosos da seleção brasileira. Com inserções ao longo do ano, não somente nas rodadas de futebol às quartas e aos domingos, a marca Volkswagen também estará presente no jornalismo e no jornalismo esportivo da emissora, assim como em diversos programas de sucesso, como a novela das 21h e o Fantástico, e na plataforma de mídia, como o portal "globo.com".

Perfil Volkswagen

Instalada no Brasil desde 1953, a Volkswagen do Brasil é a maior fabricante de veículos e é uma das maiores empresas privadas do País. Conta com a maior rede de distribuição, com mais de 600 concessionárias, possui 22,5 mil colaboradores em suas quatro fábricas: São Bernardo do Campo, Taubaté e São Carlos, em São Paulo, e São José dos Pinhais, no Paraná.

Ao longo de sua trajetória no País, a Volkswagen acumula marcas expressivas: mais de 20 milhões de veículos produzidos, mais de 3 milhões de veículos exportados, além da liderança de vendas do Gol no mercado brasileiro por 26 anos consecutivos. A unidade de São Bernardo do Campo foi a primeira a fábrica construída pela Volkswagen fora da Alemanha. A marca tem a preferência do mercado por 50 anos: 24 anos com a liderança de mercado do Fusca e 26 anos do Gol e o maior portfólio de produtos do mercado nacional (22 modelos).

Pioneira no desenvolvimento da tecnologia bicombustível, a empresa desenvolve a sustentabilidade como princípio de gestão. Entre alguns exemplos estão o desenvolvimento de veículos com índices reduzidos de consumo e de emissões (BlueMotion), o investimento em geração de energia limpa e renovável por meio de PCH (Pequena Central Hidrelétrica) e a utilização de softwares para monitoramento e redução dos impactos ambientais nos processos produtivos.

Em 2012, a Volkswagen do Brasil atingiu recordes históricos nos volumes de vendas (768.395 unidades) e produção (852.086 veículos e 909.737 mil motores), consolidando a posição de maior fabricante de veículos do País, além de maior exportadora do setor.

Para continuar crescendo no País, o presidente do Grupo Volkswagen, Martin Winterkorn, anunciou em 2011 um novo ciclo de investimentos na operação brasileira da marca, totalizando R$ 8,7 bilhões até 2016, destinados ao desenvolvimento de novos produtos e a ampliação da capacidade de produção no Brasil.

Investimento em São Carlos

  • Investimento de R$ 335 milhões irá aumentar a capacidade produtiva de 3.800 motores/dia para 4.800 em 2013
  • Com moderna tecnologia e seguindo os mais rigorosos padrões ambientais e de segurança, o novo prédio terá área total de 29.800 m², que se adicionará aos 47.400 m² atuais
  • Atualmente a fábrica de São Carlos é responsável pela produção de 48 modelos de motores com uma média de 77 mil unidades por mês

Nova Pintura em Taubaté

  • Com investimentos de R$ 427,8 milhões, a Volkswagen inaugura a nova Pintura em Taubaté em outubro de 2012
  • Reduzirá em 30% o consumo de energia e em 20% o consumo de água por veículo produzido
  • Aumentará a capacidade produtiva da fábrica das cerca de 1.000 unidades atuais para 1.300 veículos por dia, com utilização plena das instalações

Sustentabilidade como princípio de gestão

  • Pioneira no setor a investir em uma Pequena Central Hidrelétrica, responsável por 18% da energia consumida pela Volkswagen do Brasil
  • Por meio da Fundação Volkswagen já beneficiou mais de 1,2 milhão de estudantes em seus programas educacionais só nos últimos 10 anos.

Volkswagen do Brasil em números

Desde 1953:

  • 20 milhões de veículos produzidos no Brasil
  • 60 anos de atividades no Brasil, primeiro País a receber uma fábrica da marca fora da Alemanha
  • 3 milhões de veículos exportados para 147 países
  • 22,5 mil colaboradores trabalhando atualmente nas 4 fábricas
  • Mais de 30 modelos desenvolvidos no País
  • Mais de 1,6 milhão m² em fábricas (área construída)
  • Mais de 600 concessionárias
  • Mais de 7,5 milhões de motores produzidos na fábrica de São Carlos desde 1996
  • Vendas da marca no País atingem recorde histórico em 2012, com 768.395 unidades
  • Produção em 2012 é a maior em 60 anos de atuação, com 852.086 unidades, consolidando a marca como a maior fabricantes de veículos do País
  • Produção recorde de motores em 2012 com mais de 900 mil unidades

Para informações sobre a Volkswagen do Brasil, acesse: www.imprensavw.com.br

 

Coletiva de imprensa (Embaixadores da Volkswagen do Brasil)

Pelé

Pelé

Rai

Rivellino

Cafu

Cafu, Raí, Thomas Schmall (presidente da Volkswagen do Brasil), Pelé, Rivellino e Axel Schroeder (diretor de Vendas e Marketing da Volkswagen do Brasil)

 Thomas Schmall e Pelé

 Rai e Thomas Schmall, presidente da Volkswagen do Brasil

 Thomas Schmall e Pelé

 Rivellino e Thomas Schmall

 Rai, Cafu, Pelé e Rivellino

Pelé nos bastidores do filme "Inova Neymar"

 

Neymar Jr. nos bastidores do filme "Inova Neymar"

 

Cafu nos bastidores do filme "Inova Neymar"

 

Cafu e Neymar Jr. nos bastidores do filme "Inova Neymar"

 

Lucas

Tags: , , , , , , ,
Comentários (0)

postado por Volkswagen do Brasil | 14. março 2013 06:13
 

A Sinfônica Heliópolis, gerida pelo Instituto Baccarelli, que tem a Volkswagen do Brasil como parceira, abre sua Temporada 2013 no dia 16 de março (sábado), às 21h, com concerto na Sala São Paulo, na cidade de São Paulo (SP). Sob a regência de seu diretor artístico e maestro titular, Isaac Karabtchevsky, a orquestra terá como solista a israelense Berenika Glixman, considerada promessa da nova geração de pianistas.

A Temporada 2013 será a maior da história da orquestra, que é formada por alunos avançados do Instituto Baccarelli, sendo muitos deles moradores da comunidade paulistana de Heliópolis. Essa temporada inclui nove concertos a serem apresentados na Sala São Paulo, sendo que vários contam com grandes nomes da música erudita. Em 2012, foram sete concertos. Esse é o terceiro ano consecutivo em que a Sinfônica Heliópolis apresenta uma temporada regular, sendo que em todas contou com regência de Isaac Karabtchevsky.

Parceria: Volkswagen do Brasil e Instituto Baccarelli

A Volkswagen do Brasil é parceira, desde o ano 2000, do Instituto Baccarelli, uma associação civil sem fins lucrativos que atende cerca de 1.200 crianças e jovens em programas socioculturais que visam oferecer formação musical e artística de excelência, proporcionando desenvolvimento pessoal e oportunidade de profissionalização na música. O Instituto Baccarelli é responsável pela Sinfônica Heliópolis e o Coral da Gente.

Com sede em Heliópolis, o Instituto Baccarelli oferece para os moradores da comunidade paulistana uma estrutura de ponta e professores altamente qualificados, aulas individuais e em grupo, de teoria e técnica, além de prática de conjunto em grupos de câmara, corais e orquestras, podendo ir da musicalização à especialização em um instrumento ou em canto.

"A Volkswagen do Brasil é parceira do Instituto Baccarelli porque acredita na excelência do trabalho realizado pela organização. Mais do que envolver crianças e jovens no cenário musical, o Instituto Baccarelli oferece a oportunidade de um futuro promissor, ao formar músicos de alto nível para orquestras do Brasil e do mundo. Esse trabalho está em sinergia com os valores da Volkswagen do Brasil, que tem como um de seus objetivos estratégicos fortalecer a sustentabilidade, contribuindo com o desenvolvimento social", disse a diretora da Fundação Volkswagen, Conceição Mirandola.

Estreia da Temporada 2013

No concerto do dia 16 de março, a Sinfônica Heliópolis apresentará o "Concerto para piano nº 4", de Ludwig van Beethoven. Na segunda parte, reencontrará com a obra de Gustav Mahler, executando a "Sinfonia nº1, em ré maior" ("Titã", como a obra é apelidada desde a sua criação), dois anos depois de ter arrancado aplausos do público e elogios da crítica com a Sinfonia nº 2, do mesmo compositor, quando Isaac Karabtchevsky estreou à frente da orquestra.

A solista do concerto de estreia da Temporada 2013, Berenika Glixman, é uma das mais conceituadas pianistas da nova geração de artistas israelenses. Nascida na ex-União Soviética, em 1984; imigrou para Israel em 1991. Berenika já se apresentou como solista com a Orquestra Filarmônica de Israel; Escola de Música Sinfônica Buchmann-Mehta, com o maestro Zubin Mehta; Orquestra Sinfônica de Fort Worth; Filarmônica de Bucareste; Sinfônica Nacional Búlgara; Orquestra Sinfônica de Jerusalém; Sinfônica Nacional do Cazaquistão, entre outras.

Destaques da Temporada 2013

A Temporada 2013 da Sinfônica Heliópolis conta com vários destaques. No concerto de 7 de abril, um dos grandes nomes da última temporada estará de volta à Sala São Paulo, ao lado da orquestra: o regente e violinista lituano Julian Rachlin.

No concerto de 8 de junho, na Sala São Paulo, a Sinfônica Heliópolis terá como solista o violoncelista brasileiro Antonio Meneses, que ficou consagrado depois de vencer o Concurso Tchaikovski, em Moscou (1982). Outro renomado músico de Israel que vai compor a temporada deste ano é o pianista Tomer Lev, que se apresentará como solista no concerto de 3 de novembro.

Todos os solistas convidados para a Temporada 2013 doarão seus cachês para os projetos socioculturais do Instituto Baccarelli.

Clique aqui para conferir a temporada completa da Sinfônica Heliópolis em 2013. Os concertos de 10 a 12 de outubro fazem parte da Temporada Oficial da Osesp (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo), da qual a Sinfônica Heliópolis participará como convidada.

Sinfônica Heliópolis

A Sinfônica Heliópolis promove prática orquestral refinada e conhecimento de repertório sinfônico a alunos avançados do Instituto Baccarelli, oriundos da comunidade e de outras regiões do País. Isaac Karabtchevsky, renomado maestro brasileiro, é diretor artístico e regente titular da orquestra, que tem Zubin Mehta como patrono.

Atualmente com 86 músicos, a orquestra já foi regida por maestros internacionais como Peter Gülke, Yutaka Sado e Zubin Mehta; tocou ao lado de grandes solistas eruditos, como Julian Rachlin, Erik Schumann, Leonard Elschenbroich, Shlomo Mintz, Arnaldo Cohen, Jean Louis Steuerman, Daniel Guedes e artistas populares, como João Bosco, Toquinho, Luiz Melodia e Paula Lima.

A orquestra acumulou experiência em importantes palcos como Sala São Paulo; Theatros Municipais de São Paulo e do Rio de Janeiro; Gasteig (Alemanha) e Muziekgebouw (Holanda); e participou de importantes eventos, como o Festival Beethoven, em Bonn – cidade natal do compositor; o concerto para o Papa Bento XVI, na Catedral da Sé; e o Rock in Rio, com Mike Patton.

Nos últimos anos, a qualidade e o sucesso alcançados pela Sinfônica Heliópolis também têm despertado crescente interesse de músicos e empreendedores do meio musical para o trabalho do Instituto Baccarelli.

Isaac Karabtchevsky

Nascido de pais russos, o paulistano Isaac Karabtchevsky começou os estudos de música em São Paulo, na Escola Livre de Música, em Higienópolis. Iniciou sua carreira profissional como regente do Madrigal Renascentista, de Belo Horizonte (MG). Já atuou como diretor artístico da Orquestra Sinfônica Brasileira – OSB (1969-1994), Teatro La Fenice (1995-2001), Orquestra Tonkünstler, de Viena (1988-1994) e Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (2003-2010). Também foi diretor musical da Orchestre National des Pays de la Loire (2004 – 2009). Atualmente é diretor artístico do Instituto Baccarelli e regente titular da Sinfônica Heliópolis, em São Paulo.

Sua carreira internacional o levou a dirigir concertos e óperas em palcos de grande prestígio, como o Concertgebouw, de Amsterdã; o Carnegie Hall, de Nova York; o Royal Festival Hall, de Londres; a Academia Santa Cecília, de Roma, entre outros.

SERVIÇO:

Abertura da Temporada 2013 da Sinfônica Heliópolis
Regência: Isaac Karabtchevsky
Solista: Berenika Glixman (piano)
Data: 16 de março (sábado), às 21h
Local: Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes, 16, Luz, São Paulo, SP)
Ingressos: R$ 40 (com opção de meia entrada).
Mais informações: (11) 3506-4602
Vendas: Ingresso Rápido: http://www.ingressorapido.com.br
Classificação etária: Livre (acesso para portadores de necessidades especiais)

PROGRAMA (16/3):

Ludwig van Beethoven (1770 – 1827)
Concerto para piano nº 4, op. 58, em sol maior (34’)
1 2 2 2 / 2 2 0 0 / tmp / cordas

  • Allegro con brio (19')
  • Largo (5')
  • Rondó: Allegro scherzando (10')
    Berenika Glixman, piano

    Intervalo

Gustav Mahler (1860-1911)
Sinfonia nº 1, em ré maior "Titã" (53')
4 4 4 3 / 7 4 3 1 / 2 tmp + 3 / harpa / cordas

  • Langsam, schleppend (15')
  • Laendler (8')
  • Feierlich und gemessen, onhe zu schleppen (12')
  • Stürmisch bewegt (18')

Para informações sobre a Volkswagen do Brasil, acesse: www.imprensavw.com.br

 

 

Sinfônica Heliópolis se apresenta na Sala São Paulo com regência de Isaac Karabtchevsky

Diretor artístico e maestro titular da Sinfônica Heliópolis, Isaac Karabtchevsky
Crédito: Divulgação

Tags: ,
Comentários (0)

postado por Admin | 13. fevereiro 2013 09:13
 

A Volkswagen está patrocinando a exposição "Giugiaro: 45 anos de design italiano", cuja abertura ocorreu ontem, 7 de fevereiro, e vai até 31 de março, no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo.

A mostra apresenta o trabalho de Giorgetto e Fabrizio Giugiaro, pai e filho, duas referências de criatividade no design. Giorgetto Giugiaro foi um dos principais agentes a dar forma e beleza à indústria automobilística mundial.

Eles participaram na noite de ontem do evento de abertura da exposição, que também contou com a presença do presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall, do secretário adjunto da Cultura do Estado de São Paulo, Sérgio Tiezzi, e do cônsul geral da Itália em São Paulo, Mauro Marsili.

Em sua apresentação, Schmall destacou que Giugiaro desenvolveu com muito estilo e funcionalidade projetos e obras que entraram para a história. "A Volkswagen tem grande satisfação de patrocinar essa exposição, especialmente neste ano de 2013, quando a empresa celebra 60 anos de Brasil", comentou. A Volkswagen do Brasil foi a primeira empresa a instalar no País um centro de Design Automobilístico.

Giorgetto Giugiaro mantém estreita relação com o Grupo Volkswagen desde os primeiros anos de atividade de seu estúdio, Italdesign. É de sua autoria, por exemplo, o desenho da primeira geração do Golf (1974) – considerado pelo próprio designer sua melhor e mais importante realização. Giugiaro também desenhou vários outros projetos importantes do Grupo Volkswagen, como o Passat (1973), Scirocco (1974), Audi 80 (1978) e Lamborghini Gallardo (2002).

Essa cooperação de sucesso se itensificou em setembro de 2010, quando o Grupo Volkswagen tornou-se acionista majoritário no Italdesign. O estúdio foi criado em 1968 por Giorgetto Giugiaro em parceria com o engenheiro Aldo Mantovani.

Diversidade

Na mostra estão expostos exemplares das criações de Giorgetto. Já na entrada o visitante se depara com o lendário esportivo W12 (2001). No pátio do museu, estão expostos os conceitos Aztec, Structura e Quaranta, que celebraram respectivamente os 20, 30 e 40 anos de fundação do estúdio Italdesign. No salão principal da mostra está uma unidade do Volkswagen Golf de primeira geração.

Além dos carros, estão na mostra objetos que exemplificam a diversidade criativa do designer italiano, como uma bicicleta, poltronas e até máquina de lavar. Há também um modelo em escala do trem de alta velocidade ETR 600 Frecciargento, criado por Giugiaro.

"Nosso trabalho é sempre para a frente, sempre para o futuro, tentando adivinhar o que quer o consumidor. Quem inova deve sempre procurar uma novidade, nunca ficar parado", afirmou Giorgetto Giugiaro. "Temos o dever de criar formas absolutamente cativantes para todos, jovens ou idosos."

Exposição "Giugiaro: 45 anos de design italiano"
Museu da Casa Brasileira
Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.705 – Jd. Paulistano
Tel.: (11) 3032-3727
Horário: de terça-feira a domingo, das 10h00 às 18h00
Abertura: 7 de fevereiro, quinta-feira, às 19h30

Para informações sobre a Volkswagen do Brasil, acesse: www.imprensavw.com.br

Volkswagen Golf de 1ª geração, desenhado por Giugiaro

Fabrizio Giugiaro, Giorgetto Giugiaro, Thomas Schmall e o curador da mostra, Marco Guidone

Tags: , , ,
Comentários (0)

postado por Imprensa | 18. junho 2012 04:55
 

• Reconhecido internacionalmente por sua eficiência, o conceito BlueMotion Technologies abrange alguns dos motores e câmbios mais avançados e contribui para preservar os recursos energéticos
• Polo BlueMotion consome 15% menos combustível do que sua versão tradicional, já o Fox Bluemotion, oferece 10% de economia
• Durante a Conferência Rio+20, Volkswagen mostra o conceito "Think Blue." por meio dos dois modelos

Um dos objetivos da Volkswagen é criar veículos cada vez mais eficientes em desempenho e na relação com o meio ambiente. Os carros da marca mais avançados nesse sentido são desenvolvidos com base no conceito BlueMotion Technologies, como o Fox e o Polo BlueMotion, que identifica as novas tecnologias desenvolvidas e aplicadas pela Volkswagen para reduzir o consumo de combustíveis e emissões. Reconhecidas internacionalmente por sua eficiência, essas tecnologias abrangem alguns dos motores e câmbios mais avançados e contribuem para preservar os recursos energéticos.

O recém-lançado Fox BlueMotion é o terceiro modelo da Volkswagen do Brasil a contar com este conceito. Os primeiros foram o Polo BlueMotion (abril de 2009) e o Gol G4 Ecomotion (abril de 2010). O Polo BlueMotion, por exemplo, consome 15% menos combustível do que a versão tradicional do Polo.

Os veículos BlueMotion, em geral, utilizam materiais de alta resistência que os tornam mais leves; têm inovações em design para melhorar a aerodinâmica; pneus "verdes", que oferecem menor resistência ao rolamento, entre outros itens inovadores.

O nome BlueMotion não é apenas a designação de uma série ecológica, mas carrega consigo o posicionamento e a atitude do Grupo Volkswagen. "Blue", que significa "azul" em inglês, é a cor corporativa da marca e, assim como no conceito "Think Blue.", remete a elementos naturais a serem preservados, como água e ar. "Motion", que por sua vez quer dizer "movimento", incorpora o aspecto dinâmico, da mobilidade voltada para o futuro.

Fox BlueMotion


Mais do que apresentar uma versão ambientalmente correta, a Volkswagen fez questão de tornar o Fox BlueMotion uma opção acessível: seu preço está posicionado cerca de 3% acima do valor do Fox 1.6 "normal", uma diferença facilmente amortizável em curto prazo pela economia proporcionada pela versão "ecológica".


Com um estilo voltado à eficiência, o Fox BlueMotion teve sua aerodinâmica desenvolvida e certificada em túnel de vento. Cada detalhe foi analisado buscando o menor arrasto. A grade frontal superior tem formato diferenciado, com desenho exclusivo e aberturas mais estreitas, garantindo eficiência aerodinâmica e ao mesmo tempo mantendo as características do DNA da marca Volkswagen.

Com a utilização de "pneus verdes", que contém maior quantidade de sílica na sua composição, associado a um aumento da pressão de enchimento de 29/28 PSI para 36/34 PSI (dianteiro/traseiro), foi possível obter uma redução na resistência ao rolamento da ordem de 23%. Para manter as condições de conforto e dirigibilidade, a suspensão teve seus amortecedores recalibrados.


Para auxiliar o motorista a uma condução mais econômica, o Fox BlueMotion traz no painel, além do computador de bordo de série, um indicador digital de consumo instantâneo. O painel traz também o indicador digital de velocidade, além do tradicional velocímetro analógico. Outro dispositivo de auxílio ao motorista para uma condução voltada à economia é o indicador digital de troca de marchas. O motorista recebe a informação da marcha ideal a ser engatada, por meio de um indicador numérico e por setas orientando o motorista a reduzir ou aumentar a marcha.


O desenvolvimento do Fox BlueMotion envolveu centenas de técnicos e engenheiros da Volkswagen. Foram realizados testes de laboratórios em dinamômetros no Brasil e na Alemanha para aferir o desempenho e a resistência do motor, ao mesmo tempo em que milhares de quilômetros foram percorridos em estradas e pistas sob as mais diversas condições climáticas, adequando o carro para os mais diferentes tipos de utilização.


Polo BlueMotion

A versão BlueMotion do Polo garante uma redução de até 15% nos níveis de consumo de combustível e de emissões. Além das alterações mecânicas e eletrônicas que foram estudadas para diminuir os índices de consumo e emissões, como um novo escalonamento de marchas e a reprogramação do gerenciamento da injeção eletrônica, o Polo BlueMotion exibe uma série de aperfeiçoamentos aerodinâmicos, um fator que, por si só, melhora a resistência aerodinâmica e diminui sensivelmente o consumo.


Começando pela parte frontal, o modelo exibe uma grade com desenho diferenciado. Com menos aletas, ela gera menos turbulência quando o carro entra em movimento. O modelo também ganhou um spoiler integrado ao parachoque, outra solução que melhora a penetração aerodinâmica.


O jogo de pneus "ecológicos" 165/70 R14 usados no modelo também cumpre uma função ambientalmente adequada. A maior quantidade de sílica presente em sua composição diminui o atrito com o piso (sem diminuir a aderência), o que exige menos esforço do motor para tracionar o veículo com eficiência e segurança.


Outro cuidado da Engenharia da Volkswagen: a suspensão do Polo BlueMotion foi rebaixada, com o intuito de também aprimorar a penetração aerodinâmica. A direção com assistência eletro-hidráulica é outro recurso adotado para diminuir sensivelmente os níveis de emissões e de consumo, pois exige menos esforço do motor.


Participação da Volkswagen na Rio+20

Durante a Rio+20, a Volkswagen apresenta sua iniciativa global "Think Blue.", idealizada pelo Grupo Volkswagen, que incorpora o objetivo de criar soluções e produtos ecologicamente corretos. Além de expor esse conceito, o objetivo da participação da Volkswagen nesse importante evento é deixar claro o compromisso da marca com o desenvolvimento sustentável e apresentar suas práticas ligadas aos três pilares de sustentabilidade: o ambiental, o social e o econômico.

Com a meta de se tornar o fabricante de veículos mais sustentável do mundo, o Grupo Volkswagen lançou em 2010 o "Think Blue.", por meio do qual a marca busca aumentar a consciência pública para a ação sustentável. O conceito ""Think Blue." tem como proposta tornar a mobilidade mais eficiente e sustentável, acessível a todos e se aplica em tecnologias ambientais, como por exemplo o desenvolvimento de carros mais eficientes, e na redução de emissões na produção de veículos, por meio do conceito "Think Blue. Factory."

Por meio dessas ações, a Volkswagen busca motivar todos os públicos, sejam funcionários, consumidores, comunidade ou a sociedade, a terem um comportamento cada vez mais consciente em relação ao meio ambiente, contribuindo para um futuro sustentável.

No Brasil, o conceito se aplica a diversas iniciativas já realizadas pela Volkswagen há alguns anos, como o investimento em energias renováveis, por meio da construção de Pequenas Centrais Hidrelétricas, a reciclagem e reutilização de materiais na produção, o desenvolvimento de veículos com o conceito BlueMotion, como o Polo e o recém-lançado Fox, entre muitas outras ações.

Dentro da ampla estrutura da Rio+20, a Volkswagen conta com seu próprio espaço, instalado no Parque dos Atletas, em uma área total de 350 m2. O estande foi desenvolvido para mostrar o conceito "Think Blue." por meio dos produtos Fox BlueMotion e Polo BlueMotion, projetos sobre energias renováveis e reutilização de materiais, inovações da marca, projetos da Fundação Volkswagen, apresentação do protótipo do novo e-Bulli (veículo movido por um motor elétrico) e outras iniciativas sociais.

 

Tags:
Comentários (0)

postado por Imprensa | 18. junho 2012 04:38
 

• Exposição "Brasil Cerrado", do artista plástico goiano Siron Franco, está aberta ao público até 23 de junho no Museu de Arte Moderna (MAM), no Rio de Janeiro
• Volkswagen também é patrocinadora da Conferência Rio+20, que tem objetivo de renovar o compromisso político com o desenvolvimento sustentável para as próximas décadas.

A Volkswagen do Brasil patrocina a exposição "Brasil Cerrado", do artista plástico goiano Siron Franco. Aberta ao público até 23 de junho no Museu de Arte Moderna (MAM), no Rio de Janeiro, a mostra foi criada especialmente para a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, a convite da ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira. A Volkswagen também é patrocinadora da conferência, que será realizada até 22 de junho e tem como objetivo renovar o compromisso político com o desenvolvimento sustentável para as próximas décadas.

Ministra de Meio Ambiente, Izabella Teixeira, cumprimenta Siron Franco na abertura da exposição "Brasil Cerrado". À esq. Dr. Josef-Fidelis Senn


"A Volkswagen do Brasil apoia iniciativas que demonstrem a biodiversidade do Brasil. A exposição 'Brasil Cerrado' é especialmente interessante por ser uma experiência sensorial, que explica a beleza e os desafios desse bioma, que hoje é o dos mais afetados por queimadas no País", diz o Dr. Josef-Fidelis Senn, vice-presidente de Recursos Humanos, Sustentabilidade e Corporate Social Responsibility da Volkswagen do Brasil.

Exposição possui videoinstalação que proporciona contato direto com a fauna e a flora do cerrado brasileiro


Com mais de 600m2 de área montada, distribuídas em quatro salas e dois mega painéis, a exposição "Brasil Cerrado" é gratuita e foi concebida para aproximar o visitante das belezas do cerrado brasileiro e explicitar a urgência de sua preservação.

Sala Água


De forma criativa e lúdica, o artista apresenta um novo e belo mundo ao visitante. São insetos, flores, pássaros, animais, texturas, cores e odores do cerrado apresentados em grandes projeções com alta definição, esculturas, fotos e textos. A sonorização dos espaços, a aplicação de essências específicas da região e a presença de elementos sensoriais como água e calor nos diferentes ambientes conduzem a um passeio profundo por um universo onde a natureza é soberana.

Sala externa - Espelho Queimadas

A destruição que assola o cerrado dá a tônica da segunda parte da instalação. A sensação de perda e de urgência fica clara e o visitante passa a entender as necessidades imperativas das ações de proteção ambiental do bioma do Cerrado, o segundo maior do País.

Sala Fogo


A exposição será distribuída pelas salas Água, Bioluminescência, Biodiversidade e Fogo, além de uma área externa. Um dos destaques será a contraposição dos aromas que poderão ser sentidos pelos visitantes: de um lado, cheiro de flores da noite do Cerrado; de outro, o forte odor de mata e madeira queimadas. Ao fim da visita, o público pode ver mapas da degradação, em tempo real, via satélite, diretamente do site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Sala Biodiversidade


Sobre Siron Franco

O pintor, desenhista e escultor nasceu em Goiás Velho (GO) e passou sua infância e adolescência em Goiânia. Desde tenra idade, o cerrado tornou-se uma de suas paixões, marcando forte presença em seu trabalho. Dono de uma técnica impecável, Siron possui mais de 3.000 obras criadas, além de instalações e interferências, representadas nos mais importantes salões e bienais internacionais.

Sala Bioluminescência


Serviço

Exposição Brasil Cerrado – Siron Franco

Data: 12 a 23 de junho, de segunda a sexta, de 11h às 18h /sábados, domingos e feriados, de 11h às 19h

Local: Museu de Arte Moderna (MAM), Av. Infante Dom Henrique 85 - Parque do Flamengo, Rio de Janeiro

Contato: (21)2240 4944 / 2240 4899

Entrada: gratuita

Participação da Volkswagen na Rio+20

Dentro da ampla estrutura da Rio+20, a Volkswagen conta com seu próprio espaço, instalado no Parque dos Atletas, em uma área total de 350 m2. O estande foi desenvolvido para mostrar o conceito "Think Blue." por meio dos produtos Fox BlueMotion e Polo BlueMotion, projetos sobre energias renováveis e reutilização de materiais, inovações da marca, projetos da Fundação Volkswagen, apresentação do protótipo do novo e-Bulli (veículo movido por um motor elétrico) e outras iniciativas sociais.

Durante a Rio+20, a Volkswagen apresenta sua iniciativa global "Think Blue.", idealizada pelo Grupo Volkswagen, que incorpora o objetivo de

criar soluções e produtos ecologicamente corretos. Além de expor esse conceito, o objetivo da participação da Volkswagen nesse importante evento é deixar claro o compromisso da marca com o desenvolvimento sustentável e apresentar suas práticas ligadas aos três pilares de sustentabilidade: o ambiental, o social e o econômico.

Com a meta de se tornar o fabricante de veículos mais sustentável do mundo, o Grupo Volkswagen lançou em 2010 o "Think Blue.", por meio do qual a marca busca aumentar a consciência pública para a ação sustentável. O conceito ""Think Blue." tem como proposta tornar a mobilidade mais eficiente e sustentável, acessível a todos e se aplica em tecnologias ambientais, como por exemplo o desenvolvimento de carros mais eficientes, e na redução de emissões na produção de veículos, por meio do conceito "Think Blue. Factory."

Por meio dessas ações, a Volkswagen busca motivar todos os públicos, sejam funcionários, consumidores, comunidade ou a sociedade, a terem um comportamento cada vez mais consciente em relação ao meio ambiente, contribuindo para um futuro sustentável.

No Brasil, o conceito se aplica a diversas iniciativas já realizadas pela Volkswagen há alguns anos, como o investimento em energias renováveis, por meio da construção de Pequenas Centrais Hidrelétricas, a reciclagem e reutilização de materiais na produção, o desenvolvimento de veículos com o conceito BlueMotion, como o Polo e o recém-lançado Fox, entre muitas outras ações.

Tags:
Comentários (0)

postado por Imprensa | 14. junho 2012 02:54
 

• Empresa tem estande de 350 m2 na conferência realizada pela ONU, que apresenta práticas ligadas a questões ambientais, sociais e econômicas

• Durante o evento, a empresa apresenta a iniciativa global "Think Blue." que incorpora o objetivo de criar soluções e produtos ecologicamente corretos

• Volkswagen tem meta ser a fabricante de veículos mais sustentável do mundo.

Entre os dias 13 e 22 de junho, a Volkswagen do Brasil participa da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, cujo objetivo é renovar o compromisso político com o desenvolvimento sustentável para as próximas décadas. O evento, que está sendo realizado no Rio de Janeiro (RJ), conta com a participação de representantes dos países membros das Nações Unidas, organizações não-governamentais, grupos empresariais, autoridades locais, entre outros públicos.

Durante a Rio+20, a Volkswagen apresenta sua iniciativa global "Think Blue.", idealizada pelo Grupo Volkswagen, que incorpora o objetivo de criar soluções e produtos ecologicamente corretos. Além de expor esse conceito, o objetivo da participação da Volkswagen nesse importante evento é deixar claro o compromisso da marca com o desenvolvimento sustentável e apresentar suas práticas ligadas aos três pilares de sustentabilidade: o ambiental, o social e o econômico.

Com a meta de se tornar o fabricante de veículos mais sustentável do mundo, o Grupo Volkswagen lançou em 2010 o "Think Blue.", por meio do qual a marca busca aumentar a consciência pública para a ação sustentável. O conceito ""Think Blue." tem como proposta tornar a mobilidade mais eficiente e sustentável, acessível a todos e se aplica em tecnologias ambientais, como por exemplo o desenvolvimento de carros mais eficientes, e na redução de emissões na produção de veículos, por meio do conceito "Think Blue. Factory.".

Por meio dessas ações, a Volkswagen busca motivar todos os públicos, sejam funcionários, consumidores, comunidade ou a sociedade, a terem um comportamento cada vez mais consciente em relação ao meio ambiente, contribuindo para um futuro sustentável.

No Brasil, o conceito se aplica a diversas iniciativas já realizadas pela Volkswagen há alguns anos, como o investimento em energias renováveis, por meio da construção de Pequenas Centrais Hidrelétricas, a reciclagem e reutilização de materiais na produção, o desenvolvimento de veículos com o conceito BlueMotion, como o Polo e o recém-lançado Fox, entre muitas outras ações.

"A Volkswagen tem unido esforços no sentido de criar veículos eficientes e sustentáveis para todos por meio do conceito BlueMotion Technologies. Além disso, tem desenvolvido outras iniciativas também nos campos da energia, com as Pequenas Centrais Hidrelétricas, e de responsabilidade social, com a Fundação Volkswagen. Com a estratégia 'Think Blue.', a Volkswagen reúne todas as iniciativas ambientais da marca no mundo. Essa estratégia põe em evidência os principais valores da Volkswagen (produzir automóveis inovadores, sustentáveis e responsáveis) e pretende responder ao desafio da mobilidade sustentável, um caminho que a Volkswagen pretende continuar a liderar", disse o Dr. Josef-Fidelis Senn, vice-presidente de Recursos Humanos e responsável pelas ações de sustentabilidade da Volkswagen do Brasil.

Dentro da ampla estrutura da Rio+20, a Volkswagen conta com seu próprio espaço, instalado no Parque dos Atletas, em uma área total de 350 m2. O estande foi desenvolvido para mostrar o conceito "Think Blue." por meio dos produtos Fox BlueMotion e Polo BlueMotion, projetos sobre energias renováveis e reutilização de materiais, inovações da marca, projetos da Fundação Volkswagen, apresentação do protótipo do novo e-Bulli (veículo movido por um motor elétrico) e outras iniciativas sociais.

Hoje, 13 de junho, está sendo realizado o fórum "Criatividade para Inovação", que tem como painelista o vice-presidente de Recursos Humanos da Volkswagen do Brasil, cujo tema é "Inspirando Soluções para sociedades sustentáveis". Já no dia 16, representando o Grupo Volkswagen, o responsável global pela área de Responsabilidade Social Corporativa e Sustentabilidade participará de diversos eventos durante a conferência e será um dos painelistas da apresentação "A Sustentabilidade na Cadeia de Valor: Intensificação dos Impactos das Práticas de Sustentabilidade".

Inovações em sustentabilidade e iniciativas sociais

A Volkswagen do Brasil é pioneira em diversas ações de sustentabilidade e possui uma série de iniciativas sociais. Confira alg

umas delas, que serão apresentadas no Espaço "Think Blue." na Conferência Rio+20:

Tecidos à base de PET reciclado

A Volkswagen do Brasil é a primeira empresa automobilística do País a desenvolver tecidos à base de PET reciclado para revestir bancos e portas no veículo. A tecnologia protege o meio ambiente, ao permitir que cada carro utilize quantidade de plástico equivalente a até 52 garrafas PET de 1,5 litro, sendo cerca de 44 garrafas para o tecido que revestirá bancos e o restante para o das portas. A iniciativa faz parte do objetivo estratégico da Volkswagen de desenvolver sustentabilidade como princípio de gestão.

Protótipo do novo e-Bulli

A Volkswagen está reinterpretando a forma original compacta da Kombi, mais conhecida pelos alemães como e-Bulli, e remetendo-a ao futuro na forma de um veículo conceitual. O e-Bulli

é movido por um motor elétrico e é equipado com seis assentos e controle de recursos de "infotainment" via iPad. Graças às tecnologias de acionamento altamente avançadas, o e-Bulli é denominado como um 'veículo de emissão zero', pois o conceito é movido por eletricidade.

O motor elétrico do e-Bulli produz 85 kW de potência e 27,5 kgfm de torque. Como costuma ocorrer com esse tipo de mecanismo de transmissão, as suas forças máximas são geradas desde o estado imóvel. O motor silencioso é alimentado com energia de uma bateria de íon de lítio com capacidade máxima de armazenagem de 40 kWh. Essa eletrizante combinação possibilita uma autonomia de até 300 km – um valor alto para um carro elétrico. Quando a bateria do e-Bulli é carregada em uma "estação de reabastecimento elétrico" especialmente projetada para veículos elétricos, o processo de carregamento leva menos de uma hora.

O e-Bulli acelera de 0 a 100 km/h em 11,5 segundos, e a sua velocidade máxima é de 140 km/h (limitada eletronicamente). A sua autonomia e desempenho em movimento não apenas tornam o veículo compacto ideal para curtas distâncias; mas também ideal para a maioria das atividades recreativas e de transporte urbano com emissão zero.

PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas)

A Volkswagen foi a primeira empresa automobilística do Brasil a investir em infraestru

tura para gerar energia limpa e renovável no País. A empresa inaugurou, em 2010, sua primeira PCH (Pequena Central Hidrelétrica), a Anhanguera, e já anunciou a construção de sua segunda usina, a PCH Monjolinho, com inauguração prevista para 2014. Juntas, as duas centrais serão capazes de gerar 40% da energia utilizada pela Volkswagen do Brasil, Localizada no rio Sapucaí-Mirim, entre as cidades de São Joaquim da Barra e Guará, no Estado de São Paulo, a PCH Anhanguera possibilitou que a Volkswagen aumentasse sua utilização de energia renovável de 86% para 93,55%. Recentemente, a ONU concedeu certificados de emissões de crédito de carbono para esta usina. A Volkswagen do Brasil minimizou impactos da construção por meio de diversos projetos ambientais e sociais.

Fibras de Curauá e de Juta

A Volkswagen do Brasil foi a primeira fabricante de automóveis a trabalhar com a Fibra de Curauá, utilizada no porta-pacotes (cobertura do porta-malas) do Fox, desde 2004. Nativa da Floresta Amazônica, a Curauá é cultivada por comunidades de baixa renda das imediações de Santarém, no Pará, que encontraram nessa agricultura a melhoria da qualidade de vida. Além do desenvolvimento social, a Fibra de Curauá beneficia o meio ambiente, por ser reciclável. A Curauá proporciona às peças de veículos um acabamento resistente, de aspecto agradável e fácil higienização.

A Volkswagen do Brasil também é pioneira na utilização da Fibra de Juta em porta-pacotes e porta-chapéu (cobertura do porta-malas de carros sedan e station wagon). Desde 2004, a fibra natural renovável é utilizada no porta-pacotes do Novo Gol e do Gol G4 e no porta-chapéu do Polo Sedan e da Parati.

Compensação de carbono

A Volkswagen está financiando o plantio e manutenção de 3.500 árvores nativas para reflorestamento de áreas degradadas às margens do rio Paraíba do Sul, no Vale do Paraíba, que corta mais de 50 municípios em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Iniciativas como essa contribuem para a recuperação de nascentes e mata ciliar, educação e conscientização ambiental de pequenos produtores, recuperação da fauna regional e inclusão de jovens dependentes químicos com atividades profissionais geradas pelo projeto.

Conceito BlueMotion

Um dos objetivos da Volkswagen é criar veículos cada vez mais eficientes em desempenho dinâmico e na relação com o meio ambiente. Os carros da marca mais avançados nesse sentido recebem a designação BlueMotion Technologies, que identifica as novas tecnologias desenvolvidas e aplicadas pela Volkswagen para reduzir o consumo de combustíveis e emissões. Reconhecidas internacionalmente por sua eficiência, as tecnologias BlueMotion contribuem para preservar os recursos energéticos.

O recém-lançado Fox BlueMotion é o terceiro modelo da Volkswagen do Brasil a contar com o conceito BlueMotion Technologies. Os primeiros foram o Polo BlueMotion (abril de 2009) e o Gol G4 Ecomotion (abril de 2010).

Total Flex - Tecnologia bicombustível

A Volkswagen inovou ao lançar a tecnologia bicombustível Total Flex no Brasil, em 200

3. O Total Flex revolucionou a indústria automobilística ao permitir que os veículos sejam abastecidos com etanol, gasolina ou com a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção. O Gol, o automóvel mais vendido no Brasil há 25 anos consecutivos, foi o primeiro a receber o motor Total Flex. Atualmente, a tecnologia está em toda linha nacional da Volkswagen.

Costurando o Futuro

Costurando o Futuro é um projeto da Fundação Volkswagen (instituição responsável pela coordenação dos investimentos sociais da empresa no País), que oferece capacitação técnica em corte, costura, design, gestão organizacional e de negócios a moradores de comunidades de baixa renda no entorno da fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo. Nas oficinas de costura, os participantes confeccionam bolsas e acessórios a partir de tecidos automotivos e uniformes usados por colaboradores da Volkswagen do Brasil que seriam descartados em aterros sanitários. Além do foco social e econômico, impulsionando a geração de trabalho e renda na comunidade, o Costurando o Futuro tem atuação ambiental, reduzindo o descarte de materiais.

Autopolis

É um game de tabuleiro 3D para computador que transmite conceitos de segurança, legislação e cidadania no trânsito, com foco na formação do condutor consciente. Os jogadores dirigem o carro virtual pela cidade Autopolis, que possui limite de velocidade, semáforos e radares. O jogo está disponível no novo site da Volkswagen do Brasil (www.volkswagen.com.br ou www.vw.com.br).

Bomba D'Água Popular

A Volkswagen apoia desde 2005 o Projeto Bomba d'Água Popular, destinado às comunidades carentes do semiárido brasileiro, região onde muitas vezes é necessário caminhar vários quilômetros a fim de obter água. Nessa região, existem muitas perfurações que foram feitas em busca de petróleo, mas que só se encontrou água. A Bomba d'Água permite acesso a essa água em poços pré-existentes na região do semiárido, promovendo a subsistência das comunidades dessas regiões. Além disso, por ser manual, a bomba não traz preocupações com fornecimento e gastos com energia elétrica, e seu mecanismo permite a fácil manipulação por pessoas de todas as idades, desde crianças até idosos e possui uma vazão de até 2.000 litros/hora. Desde o início do programa, cerca de 700 bombas foram instaladas, beneficiando mais de 100 mil pessoas.

Sobre a Rio+20

A Rio+20 é assim conhecida porque marca os vinte anos de realização da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio-92) e deverá contribuir para definir a agenda do desenvolvimento sustentável para as próximas décadas. A proposta brasileira de sediar a Rio+20 foi aprovada pela Assembléia-Geral das Nações Unidas, em sua 64ª Sessão, em 2009.

Os dois temas principais da Rio+20 serão "A economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza" e "A estrutura institucional para o desenvolvimento sustentável".

Tags:
Comentários (0)

postado por Comerciais Leves | 12. junho 2012 05:01
 

• Amarok tem transmissão automática de oito marchas, que é a mais moderna e eficiente da categoria
• Motor diesel biturbo da Amarok está mais econômico e mais potente: 180 cv
• Amarok tem mais versões: agora são nove
• Saveiro Cross 2013 passa a contar, de série, com freios ABS e airbags frontais para motorista e passageiro, além da função Coming & Leaving Home
• Saveiro Cross 2013 ganha mais uma opção de cor: Cinza Quartzo

A Volkswagen do Brasil participa da 26ª Festa do Peão de Americana 2012 Expoingá 2012, que tem início nesta quarta-feira (6/6) e segue até o dia 17 de junho, em Americana, no Parque de Eventos CCA. Em seu estande, a Volkswagen expõe a pick-up média Amarok Highline com nova transmissão automática de oito marchas, que é a mais moderna e eficiente de sua categoria, além da Amarok S (na opção com cabine simples) e da Saveiro Cross 2013. No evento, a performance da Amarok automática será apresentada em obstáculo semiestático e a parte inferior de sua carroceria poderá ser visualizada por meio de um display.

A Festa do Peão Boiadeiro de Americana teve início em 1987, por meio de uma parceria entre o Clube dos Cavaleiros de Americana (CCA) e Zé do Prato, um dos principais locutores de rodeio do Brasil e hoje recebe público superior a 400 mil pessoas.

A festa ganha destaque pelas inovações tecnológicas, shows da atualidade e desfile de cavaleiros. Dentre os destaques estão as provas das modalidades do rodeio como Touro, Três Tambores e Cutiano, estilo típico brasileiro de se realizar montaria.

Amarok ganha transmissão automática com oito marchas

A Volkswagen acaba de lançar a versão automática de sua pick-up média Amarok, que estabeleceu, em 2010, novos padrões de tecnologia e inovação em seu segmento. Agora, a pick-up Volkswagen volta a revolucionar sua categoria, pois conta com uma inovadora transmissão automática com oito marchas.

Com o novo sistema, a Volkswagen Amarok oferece conforto de rodagem ainda maior, principalmente para os usuários que a utilizam na cidade. O novo câmbio também garante um excepcional comportamento fora de estrada e nível de consumo abaixo da mesma versão equipada com câmbio manual.

A Amarok é a primeira pick-up com câmbio automático de sua classe a contar com oito marchas, que possibilitaram aos engenheiros da Volkswagen ampliar a distância entre as relações da primeira e da oitava velocidades em relação às transmissões automáticas convencionais. Graças a essa maior amplitude, o motor TDI trabalha de forma ainda mais eficiente, sempre dentro do regime de rotações ideal, e é mais econômico e ágil.


A oitava marcha foi configurada como "overdrive", para operar com o motor em rotação reduzida sempre que as condições de terreno e aceleração permitirem, economizando combustível. A primeira marcha foi calculada para esforços acima do normal, como no uso off-road, para arrancar com carga em subidas íngremes ou quando o veículo é usado para reboque. Como na versão manual, a Amarok com transmissão automática de oito marchas e tração 4MOTION proporciona alto desempenho na utilização todo-terreno, mas suas características dispensam a necessidade de engrenagens de redução.

Maior potência: 180 cv

A chegada da nova transmissão automática coincide com a estreia do novo motor 2 litros biturbo TDI, com 180 cv (132 kW). Com torque máximo de 42,8 kgfm (420 Nm), ele garante excelente desempenho e rodagem suave à pick-up, mesmo quando usada para rebocar um trailer ou com carga pesada. Com o câmbio automático e tração 4MOTION, a Amarok chega a 100 km/h em apenas 10,9 segundos. A velocidade máxima é de 179 km/h, alcançada em sétima marcha (a oitava marcha é configurada como "overdrive"). A retomada de velocidade de 80 km/h a 120 km/h é feita em apenas 8,5 segundos.

O aumento de potência do motor TDI biturbo se deve à atualização do software de controle e a alterações efetuadas nos turbocompressores. Nas versões com transmissão manual equipadas com o motor TDI biturbo, a potência também foi elevada de 163 cv para 180 cv. O torque permanece em 40,8 kgfm.

Com o novo motor e o câmbio automático, a capacidade de reboque da Amarok aumentou para 2.860 kg (em subidas até 12%) – um alto valor em sua categoria. A motorização de 163 cv deixa de ser oferecida em razão da introdução da nova motorização de 180 cv.


Novas versões

A nova transmissão automática é exclusividade da versão Highline, a topo de linha da Amarok. A gama de ofertas da pick-up média da Volkswagen foi ampliada para um total de nove versões – a de entrada, equipada com motor diesel com uma turbina e 122 cv, passa a ser chamada de Amarok S, oferecida com cabine simples e dupla, sendo ambas com opções de tração 4x2 e 4x4 selecionável com reduzida.

A versão SE, anteriormente com venda restrita a frotistas, agora é disponibilizada também para compradores individuais. A Amarok SE, com opções de cabine simples e dupla, oferece, em ambas as versões, a tração 4x4 selecionável com reduzida. As duas versões de Amarok SE recebem o novo motor com 180 cv e agora contam com para-choques dianteiros na cor da carroceria como item de série. Módulo elétrico e alarme keyless são opcionais.

A versão Trendline traz o novo motor de 180 cv, câmbio manual de seis marchas e tração 4x4 selecionável com reduzida, além de ser equipada de série com faróis de neblina e rodas de liga-leve 17". Como opcional, oferece rádio RNS 315 com GPS e volante multifuncional.

A Amarok Highline oferece duas opções, sendo ambas com o novo motor de 180 cv: uma delas vem com a nova transmissão automática de oito marchas e tração 4x4 integral; a outra, com câmbio manual de seis marchas e tração 4x4 selecionável com reduzida. Ambas disponibilizam de série sensor de estacionamento traseiro, rádio RCD 510 com GPS integrado, volante multifuncional e revestimento interno em couro.

As versões Trendline e Highline podem contar opcionalmente com o Sistema Eletrônico de Estabilidade (ESP), Controle Automático de Descida (HDC) e Assistente para Partida em Subida (HSA). Todas as versões da Amarok trazem de série airbags frontais e freios ABS.

A Amarok oferece ainda, como equipamento standard, a exclusiva função off-road para o sistema ABS, que otimiza sua eficiência em estradas não pavimentadas, reduzindo as distâncias de frenagem. O EDL (Bloqueio Eletrônico do Diferencial), que contribui para a estabilidade do veículo, também é standard em toda a linha.

Saveiro Cross 2013

A Saveiro Cross 2013 foi bastante beneficiada, passando a contar, de série, com freios ABS e airbags frontais para motorista e passageiro. A versão aventureira da picape agora conta também com a prática função Coming & Leaving Home, que acende os faróis automaticamente ao entrar e sair do carro, iluminando a área ao redor do veículo. Internamente, há pedaleira em alumínio e inscrição "Cross", também em alumínio, na soleira interna das portas. A Saveiro Cross 2013 também ganha mais uma opção de cor: Cinza Quartzo (metálica).


A Saveiro Cross se caracteriza por aliar o caráter aventureiro e o visual robusto a um nível de equipamento, conforto e qualidade de acabamento incomuns no segmento. Os designers da Volkswagen do Brasil se preocuparam em ir além de criar um carro voltado para o lazer.


A Saveiro Cross é oferecida com cabine estendida, possibilitando maior conforto aos ocupantes e a possibilidade de transportar bagagem em seu interior. A Saveiro Cross utiliza o motor EA-111 1.6 VHT Total Flex e a transmissão MQ200 manual, com cinco marchas, conjunto já consagrado no mercado brasileiro. Aliada à suspensão RCS (Robust Cargo Suspension), essa combinação assegura um excelente nível de desempenho, dirigibilidade, capacidade de carga e alta confiabilidade.

SERVIÇO
26ª Festa do Peão Boiadeiro de Americana 2012
Data: 6 a 17 de junho
Local: Parque de Eventos do CCA, no Jardim América II (região da Praia Azul, às margens da Rodovia Anhanguera, no Km 120,5 (sentido São Paulo/Interior).
Ingressos: R$ 50,00 no dia 6 de junho; R$ 40,00 para os dias 7,8,12,13 e 14; R$ 60,00 para os dias 9,15 e 16; R$ 30,00 para o dia 11 e R$ 20,00 para os dias 10 e 17 de junho.
Mais informações: www.festadopeaodeamericana.com.br

Tags:
Comentários (0)

postado por FundaçãoVW | 17. maio 2012 05:19
 

A Fundação Volkswagen anunciou na noite de ontem (15/5), durante o 5º Fórum Nacional Extraordinário realizado em São Bernardo do Campo, a parceria com a Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação), associação civil sem fins lucrativos que tem o objetivo de articular, mobilizar e integrar os dirigentes municipais de educação do Brasil.

“Com a parceria, pretendemos  contribuir para a continuidade do brilhante trabalho que a Undime realiza  em favor da construção de uma  educação pública de qualidade no Brasil. A instituição  reúne pessoas que conhecem profundamente a realidade do ensino em cada um dos mais de 5.500 municípios do  País”, disse Conceição Mirandola, diretora da Fundação Volkswagen (foto).

O 5º Fórum Nacional Extraordinário, que acontece até sexta-feira (18/5), reuniu um grande número de dirigentes municipais de educação para debater temas referentes à educação no Brasil. O evento também contou com a presença de autoridades como o Ministro da Educação, Aloizio Mercadante; o prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho; e o Secretário de Educação Básica/MEC, Antônio César Russi Callegari.

Tags:
Comentários (0)


<<  outubro 2014  >>
seteququsedo
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
3456789

Follow me on Twitter