Imprensa
Volkswagen
11 de outubro de 2016

Fábrica da Volkswagen do Brasil em São Carlos comemora 10 milhões de motores produzidos ao completar 20 anos de atividades

Fábrica da Volkswagen do Brasil em São Carlos comemora 10 milhões de motores produzidos ao completar 20 anos de atividades

  • Press Release
  • Motor que simboliza o marco histórico é o 1.0l TSI da família EA211, que equipa o recém-lançado Golf TSI 
  • Unidade conta com processos produtivos altamente tecnológicos que a diferenciam entre as fábricas de motores do Grupo Volkswagen
  • Em duas décadas de história, a fábrica se destacou pela produção do primeiro motor 1.0l bicombustível do Brasil (2003), o primeiro 1.0l de três cilindros (2012) e o 1.0l três cilindros turbo com injeção direta e Total Flex (2015)

No dia 12 de outubro de 1996, quando também é comemorado o dia de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, padroeira do Brasil, a Volkswagen do Brasil iniciava suas atividades na fábrica de São Carlos, produzindo o motor EA111 1.0l, que equiparia a segunda geração do Gol. De lá para cá, a fábrica duplicou seu tamanho em área construída, recebeu mais de R$ 1 bilhão em investimentos e passou a produzir as mais modernas tecnologias e inovações do Grupo Volkswagen, como por exemplo, os propulsores da família EA211, que aliam alta eficiência energética e baixo consumo de combustível.
 
Hoje (11/10), a unidade conquista mais um marco em sua trajetória, com a produção do motor de número 10 milhões, simbolizado pelo EA211 1.0l TSI, que equipa o recém-lançado Golf TSI.
 
A unidade é responsável pela produção dos propulsores da família EA211 nas versões 1.0l MPI, 1.0l TSI, 1.4l TSI e 1.6l MSI, que equipam os modelos up!, cross up!, Fox, CrossFox, SpaceFox, Space Cross, Golf, Novo Gol, Novo Voyage, Nova Saveiro e Nova Saveiro Cross. Em São Carlos, também é fabricado o consagrado EA111 1.6l, presente nos modelos Gol, Fox, Voyage, SpaceFox e Saveiro. Para o mercado brasileiro, 100% dos produtos recebem a tecnologia bicombustível Total Flex. Para o mercado externo são produzidos motores a gasolina.
 
“São Carlos tem recebido importantes aportes nos últimos anos, desde 2012 os investimentos totalizarão aproximadamente R$ 900 milhões até 2018, proporcionando uma intensa evolução em termos de qualidade e tecnologia na unidade. Com isso, a fábrica tem reforçado sua importância dentre as unidades de motores do Grupo Volkswagen e tem contribuído para o sucesso da consolidação da Volkswagen no mercado brasileiro”, disse David Powels, Presidente e CEO da Volkswagen do Brasil e América do Sul.
 
A unidade alcançou grandes marcos desde 1996, que a colocam em destaque entre as fábricas de motores do Grupo Volkswagen. Foi a primeira unidade a produzir o motor 1.0l bicombustível do Brasil (2003); a primeira a fabricar o motor 1.0l de três cilindros (2012) e também o propulsor 1.0 TSI (2015), tecnologia que rendeu a Volkswagen do Brasil diversos prêmios, dentre os quais o “Motor do Ano 2016” da 49ª edição da premiação Carro do Ano, promovida pela Revista AutoEsporte, da Editora Globo, por um júri composto por 16 jornalistas especializados e engenheiros convidados pela revista, sendo o melhor entre os motores de até 2.000 cm³ de cilindrada.
 
No final de 2015, São Carlos foi selecionada dentre todas as operações da marca no mundo para exportar blocos de motores 1.0l da família EA211 para a produção de propulsores que equipam os modelos Polo e up! na Europa; em maio deste ano, a Volkswagen comemorou ainda o marco de 300 mil EA211 produzidos desde 2013.
 
“Ao longo de sua trajetória, São Carlos passou por intensa evolução em termos de qualidade e tecnologia em seus processos produtivos, o que nos possibilitou a exportação temporária de blocos de motores para a Alemanha, bem como conquistar cada vez mais nossos clientes, com inovações como a motorização TSI”, disse Andreas Hemmann, gerente executivo da fábrica de São Carlos.
 
Além da implementação constante de novas tecnologias, visando a eficiência produtiva e redução no consumo de recursos naturais, a fábrica passou por diversas etapas de ampliação desde 1996, aumentando sua área em mais de 200% até chegar aos atuais 87 mil m² de área construída.
 
Com três prédios produtivos – EA111, EA211 e Usinagem e Montagem de Cabeçotes –, conta com três linhas de montagem de motores, quatro linhas de usinagem de blocos, uma linha de usinagem de virabrequim, duas de usinagem de cabeçotes e três de montagem de cabeçotes.
 
Referência também por suas ações com foco em sustentabilidade, São Carlos foi a primeira unidade do Grupo fora da Europa a obter a certificação ambiental ISO 14001 (1997) e a primeira do Brasil a superar, com quase dois anos de antecedência, a meta do programa global “Think Blue.Factory.”. Até o primeiro semestre de 2016, reduziu em mais de 37% o uso de recursos naturais por motor produzido na comparação com 2010. O “Think Blue. Factory.” tem a meta de reduzir em 25%, entre 2010 e 2018, o consumo de água e energia, a geração de resíduos do processo produtivos enviados para aterro, e as emissões de CO2 e solventes.
 
Investimentos
 
Em 2015, a Volkswagen do Brasil anunciou o investimento de R$ 460 milhões em sua fábrica de motores, em São Carlos (SP), até 2018. O aporte teve como foco o início de produção no Brasil de uma tecnologia global para motores, a TSI, que agrega ao motor um desempenho extraordinário a um baixíssimo consumo de combustível, e também contempla uma preparação para o aumento da capacidade produtiva da fábrica e uma nova e inédita linha de virabrequim, que começou a operar em 2016.
 
Entre 2012 e 2013, a fábrica já havia recebido R$ 425 milhões, para o desenvolvimento do novo prédio produtivo e instalação de novas linhas para a produção dos motores EA211 e para o aumento de capacidade produtiva dos motores EA111 na unidade.
 
A fábrica em números
 
•    1996: Inauguração da fábrica em São Carlos, no dia 12 de outubro
•    1997: Primeira unidade do Grupo Volkswagen, fora da Europa, a conquistar a certificação ambiental ISO 14001
•    1999: Produção do primeiro motor turbo do Brasil
•    2000: Comemoração do marco de 1 milhão de motores produzidos
•    2003: Produção do primeiro motor 1.0l com a tecnologia Total Flex do Brasil
•    2007: Ampliação da capacidade produtiva com a produção das linhas de Usinagem e Montagem de Cabeçotes
•    2012: Implementação de nova linha de usinagem de Blocos e aumento da capacidade produtiva
•    2013: Inauguração de novo prédio produtivo responsável pela fabricação da família EA211
•    2014: Comemoração do marco de 9 milhões de motores produzidos
•    2015: Produção do primeiro 1.0l TSI Total Flex produzido no Brasil, com investimentos de R$ 460 milhões, e exportação de blocos de motores EA211 para fábrica de Chemnitz, Alemanha
•    2016: Comemoração de 300 mil motores EA211 produzidos e início da fabricação do virabrequim e do motor 1.4 TSI


Youtube Blog Volkswagen Volkswagen Brasil Facebook © Volkswagen do Brasil 2019 | Ibama | Fale Conosco | Política da Privacidade