Imprensa
Volkswagen
História

Volkswagen completa 64 anos de Brasil

  • Conteúdo
  • Fotos


VOLSKWAGEN DO BRASIL - 64 anos e 22 milhões de veículos produzidos

A história da Volkswagen no Brasil começou em 23 de março de 1953, em um armazém na Rua do Manifesto, no bairro do Ipiranga, em São Paulo. De lá, saíram as primeiras unidades do Fusca, montadas com peças importadas da Alemanha e apenas 12 empregados. De 1953 a 1957, foram montados nesse galpão 2.820 veículos (2.268 Volkswagen Sedan e 552 Kombi).

Com o sucesso nas vendas, a marca anunciou o projeto de construir uma fábrica no Brasil, que não se limitaria somente à montagem de veículos, mas sim a fazer do País uma base de exportação para toda a América do Sul.

A produção com peças nacionais foi iniciada em 2 de setembro de 1957, quando saiu da linha de montagem da fábrica de São Bernardo do Campo (SP) o primeiro modelo da marca fabricado em território nacional: a Kombi, com 50% de suas peças e componentes produzidos no País.

O primeiro Fusca (Sedan) montado no Brasil foi lançado em 3 de janeiro de 1959. Nesse mesmo ano, foram vendidas 8.406 unidades do modelo que, rapidamente, se tornaria um estrondoso sucesso de mercado, em uma época dominada pelos automóveis importados de grande porte. Até 1986, o Brasil produziu 3,1 milhões de unidades do lendário Fusca.

A inauguração oficial da fábrica ocorreria somente em 18 de novembro de 1959, quando circulou - a bordo de um Fusca conversível - o então Presidente da República, Juscelino Kubistcheck. Ele estava acompanhado pelo Governador de São Paulo, Carvalho Pinto, e os presidentes da Volkswagen da Alemanha, Heinrich Nordhoff, e do Brasil, Friedrich Schultz-Wenk. A imagem dos quatro dentro do Fusca conversível se tornou uma das fotos mais marcantes na história da montadora.

Em 1962, a marca já trazia ao mercado brasileiro um veículo ousado para a época: o Karmann-Ghia, lançado em parceria com a empresa alemã de mesmo nome. A Volkswagen foi também a primeira montadora brasileira a inaugurar, em 1965, um centro de desenvolvimento, pesquisa e design.

A marca atingiu o primeiro milhão de veículos produzidos em julho de 1970 e em março de 1972, o Fusca alcançava o número histórico de um milhão de unidades vendidas no País.

Marcos de produção

Unidades produzidas   Data

1.000.000                  Julho de 1970
5.000.000                  Novembro 1979
10.000.000                Maio 1994
15.000.000                Maio 2005
20.000.000                Maio 2012

Em 1972, chegariam às concessionárias dois modelos que iriam revolucionar o mercado brasileiro: o SP1 e o SP2, que traziam design esportivo e ousado, sem abrir mão da funcionalidade. Eram modelos esportivos e com detalhes exclusivos para a época, como instrumentos integrados ao painel e bancos esportivos forrados com couro. Até hoje, o SP1 (motor 1.6l) e o SP2 (motor 1.7l) são reconhecidos por antigomobilistas como alguns dos modelos mais belos da história da Volkswagen.

Em 1973, a Volkswagen antecipa tendências de mercado mais uma vez: lança a Brasília. O modelo era genuinamente brasileiro e apresentava aos consumidores o moderno conceito de carroceria hatchback. Hoje, esse tipo de carroceria de dois volumes é o mais comercializado no mercado brasileiro.

Com o lançamento do Passat, em 1974, a Volkswagen deu outro salto tecnológico ao apresentar um veículo com motor frontal refrigerado a água e suspensão com molas helicoidais.

Em 1980, a chegada do Gol Geração I, com motor 1.3l, inaugurou uma nova fase na indústria automobilística brasileira. Nascia uma nova família de veículos, com o lançamento – nos anos seguintes – dos modelos Voyage (1981), Parati (1982) e Saveiro (1982). O sucesso foi tão grande que, já em 1987 o Gol assumiu a liderança de vendas no mercado nacional onde permaneceu por 27 anos consecutivos.

O Gol GTI 2.0 faz parte desta revolução na década de 80, ao inaugurar a tecnologia da injeção eletrônica em um carro nacional, trazendo melhorias em desempenho e redução de consumo de combustível e de emissões.

Já posicionada no segmento dos veículos compactos, a Volkswagen passa a atuar também no segmento de luxo, com o lançamento do Santana (1984) e da Quantum (1985). Projetada e desenvolvida por engenheiros e desenhistas brasileiros, a segunda geração do Santana, lançada em 1991, foi o primeiro veículo nacional a oferecer freios ABS.

A Volkswagen também foi pioneira ao lançar, em 2003, a tecnologia Total Flex, motor flexível em combustível, que permite o uso de etanol, gasolina ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção. A tecnologia marcou uma mudança de paradigma na indústria com essa tecnologia. O Gol foi o primeiro carro a receber o motor Total Flex, presente hoje em toda a linha nacional da Volkswagen.

Expansão ao longo de seis décadas no País
A fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo, foi a primeira fábrica da Volkswagen fora da Alemanha. É considerada um complexo industrial por abrigar atividades como Estamparia, Armação da carroceria, Pintura, Montagem Final e centro de pesquisa, planejamento e desenvolvimento de novos produtos. Atualmente, a fábrica Anchieta produz os modelos Gol e Saveiro.

Em 1976, a Volkswagen iniciou as atividades da sua segunda fábrica no País, na cidade de Taubaté, no interior de São Paulo. Com investimentos de R$ 1,2 bilhão em tecnologias de processo produtivo inovadoras com o foco em proteção ambiental, além de qualificação profissional dos empregados, a fábrica inaugurou, em 2014, sua nova linha de produção do Volkswagen up!.

A fábrica de motores da Volkswagen do Brasil, em São Carlos, também no interior de São Paulo, iniciou suas atividades em outubro de 1996. É responsável pela fabricação de 45 tipos de motores 1.0, 1.4 e 1.6 litro, tendo superado em 2014 a marca histórica de 9 milhões de motores produzidos desde o início de suas atividades.

Em janeiro de 1999, foi inaugurada a unidade de São José dos Pinhais, no Paraná, uma das mais modernas fábricas do Grupo Volkswagen, reconhecida como uma das maiores indústrias empregadoras do Estado e referência em qualidade para o setor automotivo. Com mais de 2,5 milhões de veículos produzidos é responsável hoje pela fabricação dos modelos Golf, Fox, CrossFox e SpaceFox.

Slogans que marcaram história
As campanhas publicitárias da Volkswagen do Brasil são marca registrada da empresa. Sempre criativas e irreverentes, elas ajudaram a fortalecer e ressaltar as principais características dos seus produtos: inovação tecnológica, qualidade, conforto e segurança. Os slogans ou "assinaturas" criados para a Volkswagen do Brasil ao longo dos seus 63 anos de Brasil foram essenciais para o sucesso e grande repercussão das propagandas da marca.

• Anos 60
o O Bom senso em automóvel
o O Bom senso sobre rodas

• Anos 70
o A marca que conhece nosso chão

• Anos 80
o 30 anos de liderança e tecnologia
o Qualidade e tecnologia do líder
o Você conhece, Você confia.

• Anos 2000
o Perfeito para sua vida
o Das Auto

Sustentabilidade como princípio de gestão
Em 2012, durante a Rio+20, a Volkswagen apresentou sua iniciativa global "Think Blue.", que incorpora o objetivo de criar soluções e produtos ecologicamente corretos. Com isso, a marca estabelece o compromisso com o desenvolvimento sustentável e apresenta suas práticas ligadas aos três pilares de sustentabilidade: o ambiental, o social e o econômico.

O conceito "Think Blue." tem como proposta tornar a mobilidade mais eficiente e sustentável, acessível a todos, e se aplica em tecnologias ambientais, como por exemplo o desenvolvimento de carros mais eficientes, e na redução de emissões na produção de veículos, por meio do conceito "Think Blue. Factory." Por meio dessas ações, a Volkswagen busca motivar todos os públicos, sejam funcionários, consumidores, comunidade ou a sociedade, a terem um comportamento cada vez mais consciente em relação ao meio ambiente, contribuindo para um futuro sustentável.

No Brasil, o conceito se aplica a diversas iniciativas já realizadas pela Volkswagen há alguns anos, como o investimento em energias renováveis. A Volkswagen foi a primeira empresa automobilística do Brasil a investir em infraestrutura para gerar energia limpa e renovável no País. A empresa inaugurou, em 2010, sua PCH (Pequena Central Hidrelétrica), a Anhanguera. Localizada no rio Sapucaí-Mirim, entre as cidades de São Joaquim da Barra e Guará, no Estado de São Paulo.

A ONU concedeu a essa usina o Certificado de Emissões Reduzidas (CER), também conhecido como crédito de carbono. A Volkswagen do Brasil minimizou impactos da construção por meio de diversos projetos ambientais e sociais.

Fundação Volkswagen: desde 1979 difundindo Educação e Cidadania

A Volkswagen não é só especialista em produzir veículos avançados e oferecer serviços de qualidade. Seu compromisso com o País vai muito além e resultou em ações para melhorar o acesso à Educação nas comunidades onde atua. Foi com esta filosofia que a Fundação Volkswagen nasceu, quando praticamente não se falava em responsabilidade social no Brasil.

Idealizada e lançada em 1979 pela matriz alemã com o objetivo inicial de aumentar o nível de escolaridade dos empregados da montadora, a Fundação Volkswagen se ampliou suas atividades ao longo dos anos. Hoje, concentra seus investimentos em programas de melhoria da qualidade da educação no País.

Apenas por meio de seus projetos educacionais, a Fundação Volkswagen já beneficiou na última década, até 2015, 1.437.884 alunos em todo Brasil e ofereceu formação continuada a 18.800 educadores da rede pública de 441 cidades brasileiras. Os projetos de Desenvolvimento Social, por sua vez, já beneficiaram 34.642 pessoas. Os projetos de educação também apresentam resultados expressivos na frequência de participação de alunos em aulas e na melhoria do desempenho escolar.

A Fundação Volkswagen também desenvolve projetos de desenvolvimento social. Um deles é o Costurando o Futuro, que oferece capacitação técnica em corte, costura, design, gestão organizacional e de negócios a moradores de comunidades de baixa renda. Nas oficinas de costura, os participantes confeccionam bolsas e acessórios a partir de tecidos automotivos e uniformes usados por colaboradores da Volkswagen do Brasil que seriam descartados em aterros sanitários. Além do foco social e econômico, impulsionando a geração de trabalho e renda na comunidade, o "Costurando o Futuro" tem atuação ambiental, reduzindo o descarte de materiais.




























Armazém da Rua do Manifes [...]
Inauguração oficial da fá [...]
Construção fábrica Anchie [...]
A Kombi foi o primeiro ve [...]
1976 - Kombi é reestiliza [...]
Linha de produção da fábr [...]
1969 - Kombi em testes
Relançamento do Fusca em [...]
Inauguração oficial da Vo [...]
Clássicos da Volkswagen
1981 - Kombi Pick-up Stan [...]
1983 - Kombi Pick-up dies [...]
Voyage 1981
Gol Geração I - 1980
1985 - Kombi Cabine Dupla [...]
1997 - Kombi Carat
Voyge GL 1990
Gol Geração II
Fusca 1995
Gol Geração II
Voyage GL 1.8 1995
Gol Geração III
O então Presidente Lula e [...]
Gol G4
2006 - Kombi recebe motor [...]
2007 - Linha de montagem [...]
A empresa foi pioneira na [...]
A Volkswagen do Brasil fo [...]
100% brasileiro, o Fox fo [...]
Gol G5

Youtube Blog Volkswagen Volkswagen Brasil Facebook © Volkswagen do Brasil 2017 | Ibama | Fale Conosco | Política da Privacidade